Arquivo do dia: maio 25, 2008

creperia ou nossos franceses: frédéric serre

O Crêpe de France já mudou várias vezes de endereço, mas seu mentor Frédéric Serre sempre foi um apaixonado pelas receitas tradicionais dos crepes, principalmente da região da Bretanha.

Quando chegou em 1987 no Brasil, Frédéric (cozinheiro de formação) conta que procurou muito um lugar para comer um crepe e, não encontrando nenhum, decidiu então abrir sua própria creperia. Lá, muda o endereço mas não muda a receita do seu crepe à base de trigo sarraceno*, e não de farinha de trigo refinada, tradicionalmente usada nas nossas panquecas.

Tudo é feito de forma a respeitar a tradição Bretã, o que fez com que o restaurante e seus donos tenham sido reconhecidos por órgãos oficiais da Bretanha como Creperia Embaixatriz da Bretanha no Brasil Embaixadores da Bretanha no Brasil, respectivamente, por manter a tradição no preparo das crepes, trazer o cidre tradicional bretã e promover a Bretanha turística e culturalmente. 

O cidre (ou cidra?) é, inclusive, um destaque especial da casa. A bebida alcóolica, feita a partir da fermentação de suco de maçã tem uma aparência de cerveja e é perfeita para acompanhar os crepes.

Ah! Hoje em dia você encontra o Crepe de France, e Frédéric, na Avenida das Invernadas, 226 (Campo Belo)

 

* Importante: a galette de sarrasin, preparada com trigo sarraceno – também chamado de trigo negro – é servida apenas com recheios salgados; enquanto a crepe de froment, feita com farinha de trigo branco, é combinada com sabores doces. 

8 Comentários

Arquivado em ...na cozinha