un homme et une femme

Embalada pelo clima do dia dos namorados, me lembrei do lindo filme Un Homme et Une Femme (Um Homem, Uma Mulher) dirigido por Claude Lelouch e lançado em 1966. Nele, o charme dos protagonistas é proposital e o charme da mudança de filme (de PB para colorido e vice-versa) completamente ocasional: Lelouch tinha sido assistente de um famoso cineasta que o presenteara com restos de filmes; não tendo suficiente de um nem de outro, criou uma dinâmica entre as cores, e as embalou com uma bela bossa nova!  

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em ...na vida, ...nas artes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s