rock de boa moça

Assunto irressistível para este nosso OuiOui é a reportagem de ontem de Lúcio Ribeiro para a Folha de São Paulo sobre o grupo Plastiscines que toca no Brasil no começo de setembro. Eu não conhecia. Li a reportagem, fucei no google, ouvi no myspace, deixei rolando a música no YouTube e adorei.

As meninas juntam um rock-“pesado” com guitarras, maquiagem e roupas da moda (leia-se moda francesa moderna à la Colette) e estão chamando atenção (para o bem ou para o mau por aí). A crítica, muitas vezes, é de que elas estão mais para moda e catálogo de roupa do que para música de verdade. Mas a minha pergunta é: por que levar tudo isso tão a sério? Elas são divertidas, mesclando esta coisa de música de garagem com moça de família. Eu adorei!

Falando em estilo, a que mais se destaca é com certeza a guitarrista e vocalista Katty Besnard, com sua trancinha na franja e seu jeito brechó-despojado.

Onde:

Festival Porão do Rock -Brasília – 5 de setembro

Festival Orloff Five – São Paulo – 6 de setembro

Música e vídeo:
duas músicas no disco-manifesto Paris-Calling

cd de estréia lançado em 2007 com o nome de “LP1”

clipe da música Loser

Declaração:

“Acho meio bizarro um país longe como o Brasil ter interesse no nosso som. Fora da França, só tocamos no Reino Unido e nos EUA. Mas notamos, pelo MySpace [myspace.com/plas tiscines], que há muito acesso às nossas músicas vindo daí”, disse à Folha, por telefone, Louise Basilien, baixista da banda.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s