Arquivo do dia: novembro 23, 2008

aquecimento para o ano da frança no brasil

Os produtores da produção franco-brasileira “Tempête À 10º Sud” (Tempestade 10º Sul), baseada em clássico de Shakespeare, estão na Bahia para completar o elenco do espetáculo. Serão selecionados hoje três instrumentistas de cordas dedilhadas (violão, cavaquinho, violão de sete cordas, bandolim, guitarra baiana, guitarra portuguesa, contrabaixo acústico), sopro (flauta transversa, clarineta, trombone, oboé, trompete, saxofone) e percussão (ritmos tradicionais do candomblé). 

O sincretismo do catolicismo com as religiões afro-brasileiras e o transe no candomblé estão entre os temas do espetáculo, que faz parte de uma trilogia iniciada em 2006 e que terão seu auge em apresentação especial durante as comemorações do Ano da França no Brasil.

080402_0804012portraitgillespastorclaurentcipriani

O diretor do espetáculo, o francês Gilles Pastor, participa amanhã como convidado do evento Conversas Plugadas no Teatro Castro Alves que traz também o cenógrafo Pierre David. Durante o bate-papo com o público, eles falarão a respeito da pesquisa e o processo de criação de “Tempête À 10º Sud”.

“Em Salvador, ao entrar numa igreja barroca, observo esse rico patrimônio da Unesco, mas não consigo esquecer a mensagem de propaganda veiculada pela Arte do Barroco. Seu ouro exuberante não é uma mensagem de paz, mas um mecanismo formidável de poder militar e religioso. Meu teatro fala em ‘religião’, mas exclui qualquer ‘sentimento religioso’. Tento realizar as minhas tempestades e manter meu teatro na sua desordem”, declara Gilles Pastor.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na música, ...nas artes