Arquivo do autor:luanazeredo

as viagens de tintin

Para promover o filme que está em pós-produção e deve ser lançado em 2011, foi criado o site onde se pode ver todos os pontos do globo pelos quais o jovem aventureiro Tintin passou. Para cada destino, detalhes da viagem e informações relacionadas à cidade em que ele esteve.

Divertido é imaginar o quão fantástico será o filme, dirigido por Steven Spilperg e estrelado por Jamie Bell, cujo papel mais conhecido foi de Billy Elliot.

tintin_bell

Tintin foi criado pelo artista belga Hergé, tendo sido publicado pela primeira vez em francês em um suplemento infantil do jornal belga Le Vingtième Siècle em 10 de janeiro de 1929. Não é francês, mas fala francês – por isso não resisti em falar sobre ele aqui…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em ...nas artes, ...no cinema

caravana de autores franceses

Se dos franceses você só leu e só conhece os clássicos, prepare para começar a ver por aí referência a muitos nomes de novos autores, e ficar com vontade de ler tudo. Li no site oficial do evento que a França vai enviar três caravanas de autores para participar de eventos do Ano da França no Brasil. Organizadas por Jérémie Desjardins, responsável pelas mediatecas da embaixada da França no Brasil, as caravanas acontecerão ligadas aos principais eventos literários do País: a Flip (em Paraty), a Bienal do Livro, a Festa do Livro (em Porto Alegre), o Fórum das Letras de Ouro Preto, a Bienal do livro de Recife, entre outros. 

Em tempo, Jérémie também faz a ponte entre os eventos literários e as editoras e escritores franceses. 

Outra coisa interessante é que, justamente para estimular a publicação dos autores franceses, foi criada a Coleção França.Br 2009, um carimbo que será dado a todos os livros com apoio oficial francês. As editoras Record, Objetiva, Companhia das Letras, Jorge Zahar, entre outras, receberão 180 mil euros para a publicação de títulos franceses nas áreas de literatura e ciências humanas e sociais, além de, com um foco menor, livros de ficção.

É esperar para ler!

2 Comentários

Arquivado em ...nas letras

manu chao, um francês latino

Tenho que confesar que só descobri neste fim-de-semana que o cantor Manu Chao é francês. Para mim, ele sempre chamou a atenção por sua latinidade e por suas músicas em espanhol. Mas, sim, Manu Chao é da França, e ele vem aí com seis músicos para fazer apresentação no Espaço das Américas.

manu_chao

O show acontece nesta quarta dia 11, e tem como centro o CD “La Radiolina” (2008), sem deixar de lado, claro, seus principais hits do CD “Clandestino”.

Depois de SP ele passa ainda por Salvador, Aracaju, Brasília, Rio, Balneário Camboriú e Guaratuba.

———————————————————-

11/02 São Paulo – Espaço das Américas – r. Tagipuru, 795, Barra Funda – R$ 100,00

13/02 Salvador – Concha Acústica

14/02 Aracaju  – Festival de Verão – Praia Atalaia

16/02  Brasília – Arena

18/02  Rio de Janeiro – Fundição Progresso

20/02 Balneário Camboriu – Rancho Maria’s

21/02 Guaratuba  falta confirmar o local.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na música

a champanhe cai no samba

Um dos maiores grupos franceses de bebida, o Pernod Ricard, vai fazer sua marca de champanhe Mumm Cordon Rouge cair no samba no Ano da França no Brasil. O grupo, através da marca, é o responsável pela vinda do balé Moulin Rouge ao país durante o período de Carnaval. Além de apresentações (ainda sem data) o grupo de 44 integrantes participará do Bal Masqué, tradicional baile de máscaras do Hotel Sofitel Rio de Janeiro, que acontece em Copacabana, no dia 27 de fevereiro.

mumm-bottles

A Maison Mumm possui mais de cem anos na produção da bebida e começou a ficar mais conhecida no Brasil recentemente, devido a parte de sua produção partir da nossa vizinha Argentina. Uma outra curiosidade é que a Mumm Cordon Rouge é a marca oficial de champanhe da Fórmula 1. Champanhe para beber e celebrar.

O grupo Pernod Ricard também tem envolvimento direto com o desfile da escola Grande Rio, que faz uma homenagem a França, fazendo ações ao longo de todo o Carnaval carioca com bares temáticos e drinks desenvolvidos exclusivamente em comemoração ao ano da França no Brasil (com apoio das suas marcas de vodka, neste caso).

Deixe um comentário

Arquivado em ...na dança, ...u-lá-lá!

móveis mineiros inspirados em dior

fotoavulsa_24012009171222

Com o tema “França” ficando cada vez mais presente na cabeça de todos, é inevitável que comecemos a ver inspirações e referências por todos os lados. A Sava Móveis, por exemplo, criou uma linha inspirada nas criações de Christian Dior, um dos maiores estilistas franceses do século XX. A poltrona que ilustra este post, juntamente com um sofá, faz referência direta ao New Look de 1947 – peça ícone na carreira do estilista.

dior-new-look

As peças (e mais 20 produtos) fazem parte da coleção que será lançada entre 11 a 13 de fevereiro em São Paulo no Ceasar Business. 

Se você, como eu, adora as referências francesas, aguarde para ver estas e muito mais criações ao longo deste ano.

1 comentário

Arquivado em ...na moda, ...no design

dito, dalva, alex e alain

O novíssimo e já badalado restaurante brasileiro da cidade tem muitos detalhes e sabores para serem apreciados, mas o que nos leva a falar sobre ele aqui no nosso OuiOui é que um chef francês que comanda a sua cozinha. Dito, em homenagem a São Benedito, padroeiro dos cozinheiros, juntamente com Dalva, alusão à estrela Dalva, se juntam ao compadre Alex Atala, que é dono do novo empreendimento, e deixam a cozinha nas mãos do nosso francês Alain Poletto (o Poletto vem da sua ascendência italiana, que se mistura à francesa).

lataverna4-18_11

Mas por que um francês metendo a mão em cumbuca brasileira? 

E por que não?

Ele traz a idéia e os conceitos da culinária francesa, para uma muito bem garimpada e pesquisada comida brasileira. Basta dizer que comi uma deliciosa galinha d’angola, recheada de ratatouille!

1 comentário

Arquivado em ...na cozinha

aguardando ansiosamente o le buteque

Já há algum tempo temos ouvido falar da nova casa do chef Erick Jacquin, que está mais para bar do que para restaurante, que deve ser aberta na Haddock Lobo, bem perto de outro restaurante francesinho, o Paris 6. Mas só na semana passada, no entanto, vi a fachada do Le Buteque e a certeza de que o local, que deveria ter sido inaugurado ainda no ano passado, está quase lá.

le buteque 

Te aguardamos ansiosamente, monsieur Jacquin!

Deixe um comentário

Arquivado em ...na cozinha, ...na vida