Arquivo da tag: Ano da França no Brasil

caravana de autores franceses

Se dos franceses você só leu e só conhece os clássicos, prepare para começar a ver por aí referência a muitos nomes de novos autores, e ficar com vontade de ler tudo. Li no site oficial do evento que a França vai enviar três caravanas de autores para participar de eventos do Ano da França no Brasil. Organizadas por Jérémie Desjardins, responsável pelas mediatecas da embaixada da França no Brasil, as caravanas acontecerão ligadas aos principais eventos literários do País: a Flip (em Paraty), a Bienal do Livro, a Festa do Livro (em Porto Alegre), o Fórum das Letras de Ouro Preto, a Bienal do livro de Recife, entre outros. 

Em tempo, Jérémie também faz a ponte entre os eventos literários e as editoras e escritores franceses. 

Outra coisa interessante é que, justamente para estimular a publicação dos autores franceses, foi criada a Coleção França.Br 2009, um carimbo que será dado a todos os livros com apoio oficial francês. As editoras Record, Objetiva, Companhia das Letras, Jorge Zahar, entre outras, receberão 180 mil euros para a publicação de títulos franceses nas áreas de literatura e ciências humanas e sociais, além de, com um foco menor, livros de ficção.

É esperar para ler!

2 Comentários

Arquivado em ...nas letras

a champanhe cai no samba

Um dos maiores grupos franceses de bebida, o Pernod Ricard, vai fazer sua marca de champanhe Mumm Cordon Rouge cair no samba no Ano da França no Brasil. O grupo, através da marca, é o responsável pela vinda do balé Moulin Rouge ao país durante o período de Carnaval. Além de apresentações (ainda sem data) o grupo de 44 integrantes participará do Bal Masqué, tradicional baile de máscaras do Hotel Sofitel Rio de Janeiro, que acontece em Copacabana, no dia 27 de fevereiro.

mumm-bottles

A Maison Mumm possui mais de cem anos na produção da bebida e começou a ficar mais conhecida no Brasil recentemente, devido a parte de sua produção partir da nossa vizinha Argentina. Uma outra curiosidade é que a Mumm Cordon Rouge é a marca oficial de champanhe da Fórmula 1. Champanhe para beber e celebrar.

O grupo Pernod Ricard também tem envolvimento direto com o desfile da escola Grande Rio, que faz uma homenagem a França, fazendo ações ao longo de todo o Carnaval carioca com bares temáticos e drinks desenvolvidos exclusivamente em comemoração ao ano da França no Brasil (com apoio das suas marcas de vodka, neste caso).

Deixe um comentário

Arquivado em ...na dança, ...u-lá-lá!

ano da frança no brasil: parcerias

moet_chandon

Sempre que existe uma comemoração especial como esta, são esperadas parcerias entre marcas e restaurantes, espaços e estilistas, revistas e jornalistas.

A primeira sobre a qual tive notícia (e que muito me animou) foi a parceria entre a Moet Chandon e o restaurante Le Chef Rouge, que foi escolhido pela marca francesa de champanhes como o restaurante oficial da Chando durante 2009.

Com esse anúncio, o restaurante foi todo reformado e ficou ainda mais charmoso, sendo que as principais mudanças ficaram por conta da sala privê, que foi toda decorada à la Chandon, com fotos de famosos de todas as décadas brindando com a champanhe. O lustre da sala foi todo decorado com xícaras e pires, lembrando de alguma forma as ambientações alucinantes de Alice no País das Maravilhas…

Volto com fotos o quanto antes!

Deixe um comentário

Arquivado em ...na cozinha, ...u-lá-lá!

maestro francês em ano da frança

A notícia do afastamento do maestro John Neschling da direção da OSESP me deixou um pouco boquiaberta. Mas como não sou nenhuma especialista, minha boca se fecha rapidinho e eu me animo agora com a escolha de um maestro francês para ocupar seu lugar durante o Ano da França no Brasil.

Yan Pascal Tortelier, 61 anos, ficará à frente da orquestra até 2010, quando então deve ser escolhido um substituto definitivo para Neschling.

tortelier

Segundo notícia da Folha, o maestro esteve regendo a orquestra por duas semanas em maio de 2008, quando apresentou programas de música francesa, deixando músicos e público muito bem impressionados.

Filho do violoncelista Paul Tortolier, Yan já foi titular da Filarmônica da BBC, de Manchester, e da Sinfônica de Pittsburgh.

Que ele seja bem-vindo!!

1 comentário

Arquivado em ...na música

mais sobre a juliette binoche dançarina

 

In-I, é um espetáculo que tem co-criação e direção da atriz, que além de tudo dança, em parceria com o coroógrafo Akram Khan e explora questões relacionadas ao amor e às relações entre homens e mulheres.

Este é a estreia de Binoche no mundo da dança, contando com dois anos de preparação. Seu companheiro de palco, também estreia nos palcos, atuando, tocando violão e cantando. O cenário das danças solo e conjuntas foram criados pelo reconhecidíssimo artista Anish Kapoor.

Veja um pouco do espetáculo, em uma reportagem feita no Canadá, aqui

E faça fila desde já para ver essa imperdível apresentação – a pena é que o Teatro Alfa ainda não publicou as datas em que o espetáculo acontece. Falaremos sobre isso aqui assim que tivemos notícias.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

detalhes da programação: a juliette binoche dançarina

Lembre-se da atriz, importante figura em muitos filmes da recente cinematografia francesa. Agora pense na sua doçura e, logo depois, na atriz interpretando na vida real uma bailarina. É isso que ela fará em 15 apresentações da dança contemporânea intitulada Inside in-I no Teatro Alfa.

inigallery2-2911

A coreografia de Akram Khan já foi apresentada em outras partes do mundo, com uma incrível recepção.

Em paralelo, espera-se uma retrospectiva de filmes estrelados por Binoche e a exposição de 64 desenhos feitos pela atriz.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na dança, ...u-lá-lá!

masp restaura seu nicolas poussin

Muitas vezes me surpreendo com o acervo do Masp, que tem detalhes que passam despercebidos do grande público. Desta vez, a descoberta é uma tela de Nicolas Poussin, um pintor clássico francês que viveu a maior parte da sua vida no século 17.

Esta obra intitulada de “Hymenaeus travestido durante um sacrifício a Príapo” ( 1634-1638 ) será agora restaurada pela curadora Regina da Costa Pinto Moreira que já faz trabahos para museus franceses, dentre eles o Museu do Louvre, e tem apoio do Centro de Pesquisa e Restauração dos Museus da França, do próprio Louvre e da Escola de Belas Artes da UFMG.  

05825e352d5de51aa020c8e9a7d54576

Um belo presente em homenagem ao Ano da França no Brasil, um belo presente para a cidade.

Os trabalhos devem ser finalizados até 31 de agosto deste ano.

1 comentário

Arquivado em ...nas artes