Arquivo da tag: Rio de Janeiro

l’homme de rio

homme_rio

O Rio do título deste post é o Rio de Janeiro, um dos cenários do filme de aventura L’Homme de Rio, em português O Homem do Rio, de 1964 filmado por Philippe de Broca e estrelado por Jean-Paul Belmondo e Françoise Dorléac (a irmã da Catherine Deneuve – confeso que até este momento não sabia que ela tinha uma irmã).

No filme, uma espécie de Indiana Jones, com toques de James Bond e Agente 86, o personagem de Jean-Paul Belmondo é raptado por um grupo que busca uma civilicação perdida na Amazônia, na aventura, além de passar pelo Rio e pela Amazônia, ele chega a Brasília, onde enfrenta vários inimigos entre as obras de Oscar Niemeyer.

Curiosíssimo, não?

Veja uma parte do que se passa em Brasília neste vídeo:

2 Comentários

Arquivado em ...no cinema

as cores do brasil na moda

O Brasil é destaque na Semana de Moda Francesa. E não é por nenhum estilista brasileiro, mas sim pelo desfile do japonês Issey Miyake. Depois de viagem de pesquisa e inspiração ao Brasil, o diretor de criação da marca Dai Fujiwara voltou com mais de 3.000 cores de referência para montar a paleta de cores da coleção Caçador de Cores.

E não deu outra: Amazônia, Rio de Janeiro e Oscar Niemeyer encheram a passarela e emocionaram Paris!

O diretor de criação Dai Fujiwara

Em abril passado, Dai deu palestra aqui em São Paulo, no MAM, sobre o conceito A-POC que, basicamente, dedine-se em várias peças de roupas desenhas num pedaço de tecido, que você recortar o que preferir usar e sai vestindo Issey Miyake feliz da vida.

A-Poc.

Quem visitou a recente exposiçao em homenagem ao centenário da Imigração Japonesa no MAM, deve lembrar-se da instalção do Issey Miyake que explorava o conceito.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na moda

nosso cristo redentor de mãos francesas

Quando começamos a escrever este novo blog, meu querido conselheiro temático logo veio com a curiosa história de que as mãos do nosso Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, haviam sido feitas por um francês. Lá fui eu então em busca da história, que é a seguinte:

o monumento levou 5 anos para ser contruído, de meados de 1926 a outubro de 1931

seus contrutores foram os arquitetos Heitor da Silva Costa, também autor do projeto; Heitor Levy e Pedro Fernandes Vianna da Silva

os modelos em gesso da cabeça e das mãos do Cristo, foram executados em Paris, por Paul Landowski sob a supervisão de Heitor da Silva Costa

E é aí que descubro que não foram só as mãos, mas a cabeça também, que tiverem um toque francês na história.

Deixe um comentário

Arquivado em ...na vida