Arquivo da tag: Tom Zé

a saudade é brigitte bardot

brigitte-bardot

Vi E Brigitte Criou Bardot sobre a vida e carreira de uma das mulheres mais bonitas e mais expostas de todos os tempos. O documentário, que passou na GNT e tem reprises no sábado dia 22 e na segunda dia 24 de novembro, é conciso e muito atraente, como a própria personagem. Fiquei encantada por sua beleza, mas principalmente por sua sagacidade, ela era esperta, e está incrivelmente lúcida, minha gente.

Em um dos momentos do filme ela diz algo como “É cansativo ser bela o tempo todo. Sorte que agora sou feia e estou recuperando o tempo perdido”.

Musa de vários artistas e cantores franceses, Brigitte (BB) também deixou sua marca por aqui, em canções que a relembram e a veneram:

“a saudade
é uma colcha velha
que cobriu um dia
numa noite fria
nosso amor em brasa
a saudade
é brigitte bardot

acenando com a mão
num filme muito antigo”

de Zeca Baleiro

 

A Brigitte Bardot está ficando velha,
envelheceu antes dos nossos sonhos.

Coitada da Brigitte Bardot,
que era uma moça bonita,
mas ela mesma não podia ser um sonho
para nunca envelhecer.
A Brigitte Bardot está se desmanchando
e os nossos sonhos querem pedir divórcio.
Pelo mundo inteiro
têm milhões e milhões de sonhos
que querem também pedir divórcio
e a Brigitte Bardot agora
está ficando triste e sozinha.
Será que algum rapaz de vinte anos
vai telefonar
na hora exata em que ela estiver
com vontade de se suicidar?
Quando a gente era pequeno,
pensava que quando crescesse
Ia ser namorado da Brigitte Bardot,
mas a Brigitte Bardot
está ficando triste e sozinha”

de Tom Zé

 

“A Maria “tá”, “tá” sim senhor

Quem disse que “tá” foi o doutor (bis)

Que bom qu’eu vou ser pai
E o papai vai ser vovô
Se for homem eu vou botar meu nome
Se for mulher é Brigitte Bardot!”

de Haroldo Lobo e Milton de Oliveira

E tem mais BB, no nosso próximo post…

Deixe um comentário

Arquivado em ...na música, ...na vida, ...no cinema