Arquivo da tag: Yves Saint Laurent

à moda francesa

Durante o primeiro dia do Seminário o Valor da Moda, realizado paralelamente ao Rio Summer, no dia 5 de novembro, subiu ao palco o cônsul geral da França, Hugues Goisbault. Para nosso orgulho, ele traçou um paralelo entre as indústrias da modas brasileiras e francesas, e também anunciou alguns detalhes do Ano da França no Brasil – que vai se aproximando.

yves e tierry

Segundo ele, já estão programadas várias atividades para 2009, entre elas: Salão do Prêt-à-Porter no Fashion Rio, em junho, a Chambre syndicale de la Haute Couture + Who’s Next e Première Classe, na São Paulo Fashion Week, em junho, além de exposições de Yves Saint Laurent e de Thierry Mugler.

Traçando um paralelo

Goisbault garantiu que, para o Brasil, seguir o exemplo da França no ramo da moda é um bom negócio. Isso porque a moda francesa movimenta anualmente 10 bilhões de euros, com cerca de 5 mil empresas, 55 mil funcionários, sendo que, no total, 91% do volume de negócios são realizados por empresas de 20 a 250 funcionários.

“A França é um exemplo, um atrativo enquanto centro mundial da moda. Tem informações de primeira sobre tendências, tradicionais maisons de ponta mais inúmeras marcas de qualidade e ainda qualidade nos recursos humanos”, disse Goisbault.

Fonte: Portal Fator Brasil

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em ...na moda

manifesto com gisele

Procurando informações sobre Yes Saint Laurent, encontrei este “vídeo-manifesto” da YSL onde nossa Gisele Bundchen é a personagem principal. Vale a pena ver o vídeo

Deixe um comentário

Arquivado em ...na moda

nossos ícones: yves saint laurent

Quando vimos a notícia de que Yves Saint Laurent havia morrido aos 71 anos, mal pudemos acreditar. Na sua morte, em primeiro lugar. E na sua pouca idade para tamanha influência, logo em segundo lugar. O homem, o nome, o estilista que transformou e reiventou a nossa forma de vestir, começou a transformar nossa visão de moda aos 17 anos, quando ganhou um concurso de moda com um cocktail dress. Ele transformou as estruturas criando o vestido trapézio em 1958, flertou com a arte com seu vestido Mondrian em 1965, nos deu calças e smokings em 1969, se inspirou na áfrica, na china, nos ciganos e no surrealismo, muito antes de qualquer um. E, talvez mais importante do que tudo isso, fortaleceu a imagem das mulheres e nos deu a liberdade de nos vestir para os nossos tempos.

 “Ele acompanhou a revolução sexual e repensou a moda para a mulher viver no mundo corporativo”, Constanza Pascolato

“A roupa mais bonita para vestir uma mulher são os braços do homem que ela ama. Para as que não tiveram essa felicidade, eu estou aqui” o próprio, falando sobre seu trabalho

“Saint Laurent foi o gênio dos gênios daquela geração, mesclava as cores como ninguém e conseguiu transformar a mini-saia, antes vulgar, em uma peça muito chique. É o fim de uma era da alta-costura.” Dalma Callado

“Saint Laurent foi um dos melhores estilistas, um dos poucos que alcançava a perfeição em cada coisa que tocava” Vivienne Westwood

“Antes de tudo, ele entendeu quem era a nova mulher. Desenhou calças muito confortáveis para as mulheres que trabalham, mas ao mesmo tempo sofisticadas. Muito funcionais mas também elegantes” Hanae Mori

Deixe um comentário

Arquivado em ...na moda, ...na vida